AULA ON-LINE E GRATUITA!

Descubra os 3 segredos pra entrar no Mundo Bitcoin SEM cair em armadilhas

20+ sites essenciais pra quem investe em Bitcoin

16 de Fevereiro de 2018

 

Há quem pense que Bitcoin é furada…

Que Bitcoin é crime…

Que Bitcoin é fraude…

e até que Bitcoin é lavagem de dinheiro ou pirâmide.

O Bitcoin passou por uma queda significativa recentemente, e apenas começou a recuperação.

Ainda assim, o interesse das pessoas de investir em Bitcoin segue aumentando.

Muitos investidores já perceberam que se trata de algo muito rentável.

Mas os novatos ainda ficam muito perdidos com tanta (des)informação sobre o assunto espalhada pela web.

Por isso resolvi escrever esse texto, listando os sites mais importantes que você deve acessar para obter informações confiáveis sobre o preço do Bitcoin, o volume de transações, informações atualizadas do mercado, discussões técnicas sobre a tecnologia do Bitcoin.

Tudo que você precisa saber para não entrar em pânico em momentos de queda nem se deslumbrar em momentos de alta expressiva nos preços da moeda digital, tomando as melhores decisões de investimento.

Vamos começar pelo básico, mas bem básico mesmo.

 

Informações Confiáveis

Principalmente em momentos de queda, vemos muito FUD (Fear, Uncertainty, Doubt – Medo, Incerteza, Dúvida), ou seja, informações “plantadas” pela web para induzir usuários, investidores e mesmo empresas a acreditar em algo que não é verídico.

Por isso é importante ter fontes de informação confiáveis para acessar em momentos críticos do mercado.

A coluna do Fernando Ulrich na Infomoney é uma ótima fonte de informação, assim como seu canal no Youtube. O autor do livro “Bitcoin – A Moeda da Era Digital” é provavelmente a maior autoridade do assunto no Brasil.

No Brasil há diversos sites sobre Bitcoin, e tenho certeza que você já se deparou com alguns dos que vou listar aqui. Porém quero destacar aqueles que ressaltam a filosofia e as questões técnicas do Bitcoin, não se limitando a listar uma infinidade de noticias caça cliques.

O F*oEstado, por exemplo, sempre traz artigos interessantes como este, que aponta razões para o Bitcoin continuar reinando em 2018 como a principal criptomoeda.

O portal Investing traz uma seção dedicada às criptomoedas, onde é possível ter acesso a cotações, gráficos de desempenho e notícias sobre as principais criptomoedas.

Fora do Brasil as opções são mais diversificadas, e os riscos também.

Por isso fiz uma seleção dos que costumo ler e aprendi a confiar.

O The Merkle traz análises bem interessantes sobre o mercado de criptomoedas, como a que aponta uma tendência de distribuição de lucros entre usuários por parte das novas exchanges que estão chegando ao mercado: Binance, Kucoin e outras.

Mas a minha fonte de informação preferida em inglês é o canal do Andreas Antonopoulos no Youtube. Ele é autor do livro Mastering Bitcoin (download em português aqui), best seller mundial.

O Preço do Bitcoin

Todo investidor de criptomoeda que se preze acompanha o preço do Bitcoin. E se for trader então, é o tempo todo checando cotação no celular, no PC, em casa, no trabalho, na praia, enfim…

Mas quais os melhores sites pra consultar os preços do Bitcoin? Vamos à lista!

O Biscoint é um dos melhores sites pra consultar o preço do Bitcoin porque ele compara as cotações, inclui as taxas das exchanges nos cálculos, facilitando bastante a escolha da melhor opção de compra no momento.

A Escola Bitcoins também tem o seu comparador de preço de Bitcoin, que permite comparar os preços de 5 exchanges brasileiras, além de calcular o lucro caso queira vender seus bitcoins e ainda calcular ROI (retorno de investimento).

Já o Bitvalor, apesar de não incluir as taxas, inclui outras informações importantes do mercado, como o ágio, ou seja, a diferença de preço entre o “dólar Bitcoin” e as cotações oficiais de dólar comercial e turismo. Esta informação é importante para decidir se vale mais a pena comprar Bitcoin no Brasil ou no exterior (caso tenha essa possibilidade – fazendo remessa internacional, por exemplo). Além disso, informações como volume de transações, mínima e máxima das Exchanges brasileiras são muito úteis para os investidores.

O Coinmarketcap é provavelmente o site mais acessado do mundo quando se trata de informações sobre criptomoedas. Preços, variações diárias, semanais e listagem de informações detalhadas sobre Bitcoin e uma infinidade de criptompedas, incluindo marketcap (volume financeiro captado), emissão de moedas, gráficos e muito mais! É uma referência obrigatória para investidores de cripto.

Já o Coinmarketcal é uma espécie de “irmão” do Coinmarketcap, e fornece informações sobre eventos relevantes para o mercado de criptomoedas, como conferências, marcos relevantes em projetos do Bitcoin e das principais altcoins, lançamentos de carteiras, plataformas, airdrops (distribuição de criptomoedas para investidores) e quaisquer outros acontecimentos relevantes para o desenvolvimento do mercado. Estes eventos muitas vezes são determinantes para a tendência de preços de uma criptomoeda, por isso vale ficar ligado neste site.

As Exchanges

Como saber quais as Exchanges mais confiáveis, com maior volume financeiro, maior variedade de criptomoedas, etc?

Listo aqui os dois melhores sites que conheço pra obter estas e muitas outras informações relevantes para investidores.

O ExchangeWar é um site dedicado a fornecer um conjunto de informações detalhadas sobre Exchanges, incluindo país/região, volume financeiro (24h), taxas, moeda principal da Exchange (dólar, real, euro, etc), busca por pares de criptomoedas (ETH/BTC, LTC/BTC, etc) e muito mais.

Já o Crypto Compare fornece informações sobre Exchanges, incluindo um ranking por avaliação e por quantidade de moedas suportadas, além de listar moedas, carteiras, empresas e equipamentos de mineração, e até permitir salvar e acompanhar um portfolio de criptomoedas.

 

As Transações

 

Quer saber por que aquela transação está custando tão caro?

A quantidade de transações por dia?

O tamanho dos blocos minerados?

Estas e muitas outras estatísticas úteis sobre as transações do Bitcoin você obtém no Blockchain.info, que também fornece uma das carteiras mais usadas para dispositivos móveis.

 

As Carteiras

Há muitas opções de carteiras para armazenar seus Bitcoins e altcoins, sendo as mais seguras as carteiras de Hardware e as chamadas “Paper Wallets”. Por isso vou me concentrar nestes dois tipos nesta seção.

As carteiras de hardware oferecem a comodidade de realizar operações com suas criptomoedas com um esforço mínimo, tendo o benefício de um bom nível de segurança. Trezor e Ledger são as mais famosas e recomendadas pela reputação, funcionalidades e variedade de criptomoedas suportadas.

Se você quer segurança máxima, então você precisa de uma paper wallet. Esta carteira exige um pouco mais de conhecimento para ser “gerada”, e requer alguns cuidados para evitar risco de comprometimento da chave privada que permite movimentar os Bitcoins na carteira.

Os principais sites onde é possível criar uma paper wallet são o Bitaddress e o Segwitaddress. Há algumas diferenças importantes entre as duas soluções, entre elas o fato de que o Bitaddress ainda não suporta endereços “segwit”, ou seja, endereços atualizados tecnologicamente para permitir taxas mais baratas nas transações. Por outro lado, o Segwitaddress não permite criar carteiras criptografadas, ou seja, em que as chaves estão protegidas por uma “senha”, e por isso usar esta carteira equivale a “anotar a senha do cartão num papel e guardar na gaveta”. Ainda assim, coloquei uma fração de Bitcoin numa carteira criada com o Segwitaddress para garantir taxas baratas quando precisar resgatar o saldo da carteira (mas somente quando o Bitcoin chegar a 1 milhão de dólares, claro – se é que vai existir dólar até lá :).

Para um passo a passo mais detalhado sobre criar uma paper wallet, confira este vídeo.

Se você não quer gastar com carteiras de hardware nem ter o trabalho de criar uma paper, aí vai uma listinha de carteiras recomendadas: Mycelium (smartphone, Bitcoin), Electrum (PC, Bitcoin&Altcoins), Coinomi (smartphone, Bitcoin&Altcoins&Tokens).

 

As Discussões

Quer saber quais os temas mais discutidos no momento pela comunidade Bitcoin?

A última novidade do roadmap?

O golpe mais recente?

Tudo isso e muito mais você encontra no Bitcoin Talk e no Reddit.

 

Conclusão

O Bitcoin ganha a cada dia mais atenção de investidores que já perceberam que se trata de algo sério, rentável, e não de algo passageiro e inútil.

Mas investir em Bitcoin envolve risco, por isso é muito importante se cercar de informações confiáveis para tomar decisões com embasamento e evitar erros comuns que levam a cair em armadilhas e golpes.

Nosso compromisso na Escola Bitcoins é ajudar você a estar sempre bem informado para fazer seus investimentos com segurança e, assim, aproveitar melhor a valorização do Bitcoin e das criptomoedas.

 

Christian Guerreiro

Sobre o autor

Christian Guerreiro

Fundador do Tecnologia que Interessa! e Escola Bitcoins, ajuda EMPREENDEDORES a terem SUCESSO no Mercado Digital, e Profissionais de TI a obterem certificações TOP como ITIL, VMware e Big Data.

Follow Christian Guerreiro: