AULA ON-LINE E GRATUITA!

Descubra os 3 segredos pra entrar no Mundo Bitcoin SEM cair em armadilhas

16 Dúvidas Sobre Bitcoin que Você Deveria Saber a Resposta Antes de Investir (Pra Não Perder Dinheiro!)

16 de dezembro de 2017

Índice
1. O que é o Bitcoin?
2. Bitcoin é dinheiro grátis?
3. O Bitcoin é um esquema online pra ficar rico rápido?
4. Como investimento, o Bitcoin é algo garantido?
5. Como eu posso adquirir bitcoins?
6. Qual a sigla do Bitcoin?
7. Eu posso comprar bitcoins com o Paypal?
8. Quais as taxas associadas ao Bitcoin?
9. Onde posso encontrar um fórum para discutir sobre o Bitcoin?
10. Como são criados novos bitcoins?
11. Qual é o número total de bitcoins existentes?
12. Quão divisíveis são os bitcoins?
13. Como são denominadas as frações do bitcoin?
14. Quanto tempo vai demorar para gerar todas as moedas?
15. Se não forem geradas mais moedas, mais blocos serão criados?
16. Mas se as moedas não forem mais geradas, o que acontece quando os Bitcoins se perderem? Isso não será um problema?

1. O que é o Bitcoin?

Bitcoin pode ser entendido de várias maneiras, e a mais comum é uma moeda digital distribuída entre pessoas que pode ser transferida de forma segura e (quase) instantânea.

É como um dinheiro eletrônico que você pode usar para pagar amigos, fazer compras.

O Bitcoin também pode ser entendido como ativo financeiro digital, commodity e sistema de pagamento.

2. Bitcoin é dinheiro grátis?

Como o Bitcoin é uma nova tecnologia, o que ele é e como ele funciona pode ser bem complicado de entender no início (tentamos simplificar bastante aí em cima :).

O Bitcoin às vezes é apresentado como sendo uma dessas coisas:

  • Algum tipo de esquema online pra ficar rico rápido;
  • Um investimento seguro que quase certamente produzirá lucro;

Na verdade, nenhum dos itens acima é verdade.

Vamos olhar para cada um deles rapidamente….

3. O Bitcoin é um esquema online pra ficar rico rápido?

Se você passou muito tempo na Internet, provavelmente já viu anúncios de muitos esquemas para ficar rico rápido.

Esses anúncios geralmente prometem grandes lucros para uma pequena quantidade de trabalho fácil. Tais esquemas geralmente são esquemas de estilo pirâmide que ganham dinheiro se aproveitando de pessoas ingênuas (ou de má índole) que acreditam no dinheiro fácil.

A maioria convence as pessoas para comprar pacotes que os farão ganhar centenas por dia, o que de fato faz o comprador distribuir mais anúncios e receber lucros mínimos.

Bitcoin não é de forma alguma semelhante a esses esquemas. O Bitcoin não promete lucros estratosféricos. Não há nenhuma maneira dos desenvolvedores ganharem dinheiro com seu envolvimento ou tirar dinheiro de você.

Os bitcoins são quase impossíveis de se adquirir sem o consentimento do proprietário, o que representa uma das suas maiores forças. Bitcoin é uma moeda virtual experimental que pode ter sucesso ou pode falhar.

Nenhum dos desenvolvedores espera enriquecer com isso, pois o sucesso do Bitcoin não garante o sucesso deles. Vejamos, por exemplo, o caso do evangelista Andreas Antonopoulos, autor do livro “Mastering Bitcoin”, que pode ser obtido gratuitamente aqui e é uma das principais referências sobre o assunto.

Pois bem, recentemente o Andreas recebeu doações no valor aproximado de 550 mil dólares, pois embora profundo conhecedor do Bitcoin, ele foi obrigado a se desfazer de todos os seus Bitcoins há alguns anos por necessidades pessoais.

 

Ele até foi criticado por acharem que ele seria milionário, mas no fim das contas as explicações dele convenceram a maioria.

4. Como investimento, o Bitcoin é algo garantido?

O Bitcoin é uma moeda eletrônica nova e interessante, cujo valor não é respaldado por nenhum governo ou organização.

Como outras moedas, vale a pena em parte porque as pessoas estão dispostas a trocá-la por bens e serviços. Sua taxa de câmbio muda continuamente, às vezes de forma selvagem.

O Bitcoin ainda não tem uma ampla aceitação e é vulnerável à manipulação por investidores relativamente modestos, quando comparados ao mercado tradicional.

Incidentes de segurança, como o compromisso do site e da conta, podem desencadear vendas em massa (isso ocorreu no famoso caso da MT Gox).

Notícias vistas como positivas, como a criação de contratos futuros na Bolsa de Derivativos de Chicago (CBOE)  também causam mudanças significativas na cotação do Bitcoin.

Qualquer pessoa que coloque dinheiro no Bitcoin deve considerar que se trata de investimento de alto risco.

Mais tarde, quando o Bitcoin se tornar mais conhecido e mais amplamente aceito, ele pode estabilizar, mas, por enquanto, ele é imprevisível.

Qualquer investimento no Bitcoin deve ser feito com cuidado e com um plano claro para gerenciar os riscos envolvidos.

5. Como eu posso adquirir bitcoins?

Existem várias maneiras de adquirir bitcoins:

Aceitar bitcoins como pagamento de bens ou serviços.

Você pode comprar bitcoins em uma corretora no Brasil (Foxbit, Mercado Bitcoin, Bitcoin Trade, etc) ou no exterior (Poloniex, Bittrex, Bitfinex, etc).

Existem vários serviços que listam as corretoras mundo afora. Um dos que mais gosto é o ExchangeWar.info.

Você também pode comprar bitcoins usando caixas eletrônicos Bitcoin caso more num dos países em que estes caixas estejam disponíveis, como nos EUA.

Você também pode encontrar alguém para trocar real por bitcoins em pessoa através de redes sociais como Facebook, Whatsapp e Telegram.

Mas cuidado! Há uma quantidade enorme de golpistas por aí, então seja extremamente cuidadoso e verifique o máximo possível de informações da pessoa antes de realizar a sua compra de bitcoins P2P.

Você ainda pode obter bitcoins minerando, preferencialmente participando de um pool de mineração.

Há bastante controvérsia se vale a pena minerar no Brasil, e meu entendimento é que não vale, pelos seguintes motivos:

  • Altos custos dos equipamentos envolvidos
  • Alto custo da energia
  • Insegurança de não ter qualquer garantia de que seu equipamento não ficará obsoleto rapidamente, seja pelo lançamento de um novo hardware ou por uma mudança no algoritmo da criptomoeda que escolheu minerar.

Você também pode obter bitcoins usando apps, sites, bots e outros serviços que oferecem “satoshis grátis”.

Não me leve a mal, mas esta é a pior maneira de obter bitcoins, pois a maioria desses serviços estabelece cotas para saque, de forma que, caso não acumule uma quantidade mínima de satoshis, não poderá sacar.

E muitos chegam ao ponto de inventar desculpas para impedir os saques ou mesmo somem do mapa de uma hora para outra.

Portanto, evite estes serviços e não seja feito de trouxa, pois ainda que o serviço seja honesto, o máximo que você vai conseguir é uma péssima remuneração pelo seu tempo dedicado ao serviço.

6. Qual a sigla do Bitcoin?

Bitcoins são a unidade de moeda do sistema Bitcoin.

Uma abreviatura comumente usada para ela é “BTC” para se referir a um preço ou quantidade (por exemplo, “100 BTC”).

Há empresas que se referem ao Bitcoin como XBT, utilizando a nomenclatura da ISO 4217 para moedas “supranacionais”.

7. Eu posso comprar bitcoins com o Paypal?

É possível comprar Bitcoin com PayPal sim (no site Local Bitcoins, por exemplo), mas é bem difícil e caro, pois a maioria dos serviços de compra e venda entende que há um alto risco na operação, pois o Paypal, assim como os bancos, não tem interesse em incentivar a concorrência (muito embora se especule que o eBay pode passar a aceitar Bitcoins a qualquer momento).

Além disso, são comuns os casos no qual alguém paga por bitcoins pelo Paypal, recebe seus bitcoins e, em seguida, queixa fraudulentamente à Paypal que nunca recebeu sua compra.

O PayPal costuma ficar ao lado do comprador fraudulento neste caso, o que significa que qualquer vendedor precisa cobrir esse risco com taxas mais altas ou se simplesmente se recusar a aceitar o PayPal.

8. Quais as taxas associadas ao Bitcoin?

Uma coisa que muitas pessoas não atentam ao investir em Bitcoin, e que pode fazer você perder dinheiro, especialmente se fizer compras de valores menores com frequência, são as taxas envolvidas.

Antes de mais nada, você precisa saber que há uma taxa que é inevitável: a taxa dos mineradores.

Na teoria, essa taxa é opcional e, usando um serviço (carteira ou corretora) que permita especificar a taxa, você poderia até informar o valor zero.

Na prática, uma transação com valor de taxa zero pode nunca ser validada por falta de interesse dos mineradores, que vão priorizar transações com taxas maiores. Há até corretoras que pré configuram taxas mais altas pra evitar problemas de demora de confirmação das transações. Portanto, saiba que você vai ter que pagar uma taxa aos mineradores pela transação de compra/venda de Bitcoin.

As outras taxas dependem muito de onde você vai fazer a compra dos bitcoins. Algumas taxas que muitas corretoras cobram são:

  • Taxa de Depósito (fiat money – real, dólar, euro)
  • Taxa de Saque (fiat money – real, dólar, euro)
  • Taxa de Transferência de BTC
  • Taxa por ordem de compra/venda executada (corretagem)

Portanto fique atento, pesquise sites como Biscoint e Bitvalor para comparar preços e taxas antes de fazer sua compra de Bitcoins.

9. Onde posso encontrar um fórum para discutir sobre o Bitcoin?

Os principais fóruns para discussão sobre Bitcoin são o Bitcoin Talk e o Reddit, mas há alguns outros específicos do Brasil, porém eu achei muitos tópicos voltados para pirâmides e outros assuntos duvidosos, por isso preferi não indicar aqui.

10. Como são criados novos bitcoins?

Novos bitcoins são gerados pela rede através do processo de “mineração”.

Em um processo que é semelhante a um sorteio contínuo, os nós mineradores da rede recebem bitcoins cada vez que acham a solução para um certo problema matemático (e, assim, criam um novo bloco).

Criar um novo bloco é uma prova de trabalho com uma dificuldade que varia de acordo com a capacidade da rede.

A recompensa por resolver um bloco é ajustada automaticamente, sendo reduzida ao longo do tempo de forma a manter a emissão limitada de bitcoins, de modo que, idealmente, a cada quatro anos de operação na rede Bitcoin, é criada a metade da quantidade de bitcoins que foram criados nos últimos 4 anos.

Um máximo de 10.499.889.80231183 bitcoins foram criados nos primeiros 4 anos de janeiro de 2009 a novembro de 2012.

Em todos os quatro anos, a partir de então, este valor é reduzido pela metade, então serão 5.250.000 ao longo dos próximos 4-8 anos, 2.625.000 ao longo dos próximos 8-12, e assim por diante.

Assim, o número total de bitcoins existentes nunca pode exceder 20,999,839.77085749. Veja Abastecimento da moeda controlada.

Blocos são minerados a cada 10 minutos em média e durante os primeiros quatro anos (210.000 blocks), cada block inclui 50 novos bitcoins.

À medida que a quantidade de energia de processamento direcionada à mineração muda, a dificuldade de criar novos bitcoins também muda.

Este fator de dificuldade é calculado a cada 2016 blocos e é baseado no tempo necessário para gerar os 2016 blocks anteriores. Veja Mineração.

11. Qual é o número total de bitcoins existentes?

Há vários serviços que fornecem a informação da quantidade de bitcoins já “minerados”, entre eles o Blockchain.info.

O número de blocos vezes o valor da moeda de um bloco é o número de moedas existentes. O valor da moeda de um bloco é de 50 BTC para cada um dos primeiros 210.000 blocos, 25 BTC para os próximos 210.000 blocos, depois 12.5 BTC, 6.25 BTC e assim por diante.

Este processo de redução pela metade da remuneração dos mineradores é chamado de halvening. Para mais informações consulte aqui.

12. Quão divisíveis são os bitcoins?

Um bitcoin pode ser dividido em 8 casas decimais. Portanto, 0,00000001 BTC é a menor quantidade que pode ser negociada em uma transação. Se necessário, o protocolo e o software relacionado pode ser modificados para lidar com quantidades ainda menores.

Isto é muito importante, pois o Bitcoin foi projetado para ser uma moeda deflacionária, ou seja, que não perde seu valor com o tempo.

As pessoas estranham a valorização do Bitcoin, mas na verdade são as moedas tradicionais, emitidas desenfreadamente por governos irresponsáveis, que se desvalorizam continuamente.

Portanto, sendo uma moeda deflacionária, é natural que, quando comparada a outras moedas inflacionadas, o Bitcoin tenha um valor elevado, daí a necessidade da divisão em muitas casas decimais para permitir transações com frações de Bitcoin, viabilizando seu uso mesmo num cenário de hipervalorização.

13. Como são denominadas as frações do bitcoin?

Ao contrário da maioria das moedas, os montantes da Bitcoin são altamente divisíveis. Isso levou ao desejo de criar nomes para denominações menores de quantidades de bitcoin, especialmente porque as transações envolvendo bitcoins inteiros são cada vez menos comuns.

O Bitcoin é descentralizado, então não existe uma organização que possa definir nomes oficiais para as unidades. Portanto, existem muitas unidades diferentes com vários graus de popularidade. A partir de 2014, as unidades mais comuns são bitcoins, bits e satoshi: 1 bitcoin = 1 000 000.00 bits = 100 000 000 satoshi.

O Bitcoin é a unidade que foi usada no software de carteira Bitcoin original criado por Satoshi Nakamoto. Não há nada particularmente especial sobre esta unidade, mas é, de longe, a unidade mais comum devido à tradição.

O menor valor que a rede Bitcoin permite enviar é o Satoshi (às vezes abreviado como sat), que corresponde a um centésimo de milionésimo (0,000 000 01) de Bitcoin. Em outras palavras, a rede não suporta o envio de frações de um satoshi. A unidade foi nomeada em homenagem ao criador do Bitcoin depois que ele saiu.

Outra unidade comum é o bit, o milionésimo (0,000 001) de um bitcoin. Esta unidade é a mesma que um microbitcoin (μBTC). Os bits são vistos por alguns como especialmente lógicos porque têm precisão de duas casas decimais, como a maioria das moedas fiat (moedas fiduciárias, as tradicionais). Você pode enviar 1.23 bits, mas não 1.234 bits devido à precisão limitada da rede.

Também é bastante comum usar prefixos:

0.01 BTC = 1 cBTC = 1 centibitcoin (também conhecido como bitcent).

0.001 BTC = 1 mBTC = 1 millibitcoin (também conhecido como mbit, millibit ou até bitmill.

0.000 001 BTC = 1 μBTC = 1 microbitcoin (também conhecido como ubit (pronunciadoyu-bit) ou microbit).

Para uma visão geral de todas as unidades propostas de Bitcoin (incluindo unidades menos comuns e de nicho), veja Unidades.

14. Quanto tempo vai demorar para gerar todas as moedas?

O último bloco que irá gerar moedas será o bloco nº 6.929.999, que deve ser gerado em (ou perto do ano) 2140. O número total de moedas em circulação permanecerá estático em 20.999.999.9769 BTC.

Mesmo que a precisão permitida seja expandida além das 8 decimais atuais, o BTC total em circulação será sempre um pouco abaixo de 21 milhões (assumindo que todo o resto permaneça o mesmo). Por exemplo, com 16 casas decimais de precisão, o total final seria de 20.999.999.999999999496 BTC.

15. Se não forem geradas mais moedas, mais blocos serão criados?

Com certeza!

Mesmo antes da criação das moedas, o uso de taxas de transação provavelmente criará novos blocos mais valiosos que as taxas das novas moedas que estão sendo criadas.

Quando a geração das moeda terminar, essas taxas manterão a capacidade da rede Bitcoin.

Não há limite prático sobre o número de blocos que serão minerados no futuro.

16. Mas se as moedas não forem mais geradas, o que acontece quando os Bitcoins se perderem? Isso não será um problema?

Devido à lei da oferta e demanda, quando menos bitcoins estiverem disponíveis, os que permanecerem estarão em maior demanda, portanto, terão um valor maior.

Assim, com parte dos bitcoins perdidos, os bitcoins remanescentes aumentarão em valor para compensar.

À medida que o valor do bitcoin aumenta, o número de bitcoins necessários para comprar um item diminui.

À medida que o tamanho médio da transação se reduz, as transações provavelmente serão denominadas em subunidades de bitcoin, como milibitcoins (“Millies”) ou microbitcoins (“Mikes”).

Conclusão

Bitcoin é um assunto muito badalado no momento, e por isso mesmo há muitos riscos envolvidos, com informações incorretas e até maldosas sendo divulgadas por gente mal intencionada.

Colabore divulgando as informações confiáveis que compartilhamos aqui, e ajuda a evitar que mais pessoas sejam enganadas diariamente.

CONHEÇA O BITCOIN DIRETO AO PONTO

Se você decidiu que é hora de começar a investir em bitcoins, quero te apresentar a Escola Bitcoins!

Montamos um curso chamado Bitcoin Direto ao Ponto justamente para pessoas como você, que querem o essencial para Entender, Comprar, Usar, Guardar e Vender seus bitcoins Legalmente e Com Segurança.

Tudo isso na prática, sem enrolação e principalmente sem complicações técnicas.

Não é fácil juntar todas as peças desse quebra-cabeças, então eu te convido a assistir uma Aula 100% Online e Gratuita para você ampliar seus conhecimentos e conhecer a proposta do curso.

Quero Assistir Agora!
Christian Guerreiro

Sobre o autor

Christian Guerreiro

Fundador do Tecnologia que Interessa! e Escola Bitcoins, ajuda EMPREENDEDORES a terem SUCESSO no Mercado Digital, e Profissionais de TI a obterem certificações TOP como ITIL, VMware e Big Data.

Follow Christian Guerreiro: